Quinta-feira, 27 de Janeiro de 2022
Telefone: (54) 3332-1699
Whatsapp: 054 9 9715-2658
Curta nossa página no Facebook:
Clique para Ouvir
Tempo nublado
24°
18°
21°C
Não-Me-Toque/RS
Tempo nublado
Ao Vivo:
Agronegócios

Afetado pela estiagem, Ibirubá decreta situação de emergência

Afetado pela estiagem, Ibirubá decreta situação de emergência
23.12.2021 10h24  /  Postado por: A Folha
Por ASCOM Ibirubá

O executivo municipal de Ibirubá enviou hoje, dia 23 de dezembro, a documentação à Defesa Civil informando que decreta situação de emergência devido à estiagem, motivada pelo tempo seco e a falta de chuvas que amenizem a situação registrada desde o início do mês de novembro na região, e que coincide com a época de plantio da soja e desenvolvimento das lavouras de milho, setor que foi o mais afetado até agora. A iniciativa visa facilitar a ação resposta do município, e dar maior agilidade no atendimento da falta de recursos das famílias atingidas. Ainda falta o reconhecimento da situação pelo Estado e a homologação, parte que costuma demorar mais no processo e que depende do governo Estadual e Federal.

O Prefeito, Abel Grave, assinou o Decreto na presença dos secretários da Administração e Planejamento Antonio Carlos Urnau e da Agricultura, Pecuária e Meio Ambiente Valdir Olavo Lagemann, que acompanham o levantamento de dados e o encaminhamento do processo. Abel enfatiza que esse Decreto serve como um alerta pela escassez de água, até para consumo humano, e pelos prejuízos ocasionados no setor agrocupecuário. “Perante os prejuízos que se apresentam no município com a falta de chuvas nesse momento, esse Decreto vem a somar pela necessidade junto aos órgãos Estadual e Federal por uma resposta de auxílio ao setor que mantém toda a roda da economia municipal em desenvolvimento”, ressaltando que os prejuízos indiretos podem ser ainda maiores do que os registrados diretamente neste setor.

Após reuniões entre o chefe do Executivo, autoridades, produtores, entidades do município, servidores e a equipe da Emater o levantamento dos prejuízos causados pela estiagem até o momento, de acordo com o laudo técnico de impactos, os valores dos prejuízos podem chegar, até agora, ao montante de R$ 98.000.000,00, que são referentes às perdas de volumes de produção das principais culturas e criações do município. Sendo que, os custos que envolvem os gastos do município com caminhões pipa, veículos e servidores devem também se somar futuramente a conta apresentada.

Acesse o Decreto na íntegra

Comente essa notícia
Receba nosso informativo
diretamente em seu e-mail.
Utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência, de acordo com a nossa Página Inicial e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Prosseguir