Quarta-feira, 06 de Julho de 2022
Telefone: (54) 3332-1699
Whatsapp: 054 9 9715-2658
Curta nossa página no Facebook:
Clique para Ouvir
Chuvas esparsas
22°
14°
21°C
Não-Me-Toque/RS
Chuvas esparsas
Ao Vivo:
Polícia

Presídio de Passo Fundo promove curso “Barbearia no Cárcere” para detentos do regime fechado

Presídio de Passo Fundo promove curso “Barbearia no Cárcere” para detentos do regime fechado
Créditos: Repórter Bruno Reinehr - Rádio Uirapuru - Divulgação-Susepe
17.06.2022 09h55  /  Postado por: A Folha

O Presídio Regional de Passo Fundo promove o curso “Barbearia no cárcere: um olhar para o privado de liberdade”. Inaugurada no início de abril, a capacitação, promovida pela Superintendência dos Serviços Penitenciários (Susepe), vinculada à Secretaria de Justiça e Sistemas Penal e Socioeducativo (SJSPS), oportuniza aos apenados o aprendizado das técnicas necessárias para se tornar um barbeiro.

Ao todo, seis pessoas privadas de liberdade estão participando da habilitação, que tem previsão de três meses de duração, com um total de 36 horas de aulas teóricas e práticas. Após a conclusão do curso, eles poderão praticar os seus conhecimentos dentro da unidade, para os demais apenados, projetando um futuro diferente após o cumprimento da pena.

A capacitação faz parte de uma colaboração entre a unidade prisional e o Conselho da Comunidade do Sistema Penitenciário de Passo Fundo, organização parceira na captação de recursos físicos, humanos e financeiros para o sistema penal.

Os materiais de trabalho foram adquiridos através de projetos contemplados pelo Ministério Público do Trabalho (MPT) de Passo Fundo, que realizou o repasse de verbas oriundas dos Termos de Ajustes de Condutas (TAC).

As aulas são ministradas pelo barbeiro Mateus de Mattos, professor voluntário que disponibilizou o seu tempo e conhecimento em prol do aperfeiçoamento das pessoas privadas de liberdade.

O diretor do estabelecimento, Rodrigo Locatelli, destaca que a habilitação tem como objetivo capacitar e gerar empreendedorismo aos apenados, além de possibilitar que os apenados tenham seus cabelos cortados dentro do sistema prisional. “Queremos reforçar a autoestima dos aprendizes e dos demais privados de liberdade que venham a ser beneficiados com as atividades de barbearia”, afirma.

Comente essa notícia
Receba nosso informativo
diretamente em seu e-mail.
Utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência, de acordo com a nossa Página Inicial e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Prosseguir