Passo Fundo/RS: Tempo nublado
Carazinho/RS: Tempo nublado
Passo Fundo/RS: Tempo nublado
Carazinho/RS: Tempo nublado

Notícias

Iniciativa é promovida pelo Balcão do Migrante e Refugiado da UPF e busca promover uma compreensão junto aos municípios sobre o processo migratório

23 de outubro de 2023

Capacitação prepara agentes públicos para acolher migrantes e refugiados

Todos os meses, centenas de migrantes e refugiados chegam ao Rio Grande do Sul em busca de oportunidades para começar uma nova vida. Como forma de qualificar o trabalho em rede e preparar os municípios do norte do estado para receber esse público, o Balcão do Migrante e Refugiado, projeto de extensão da Universidade de Passo Fundo (UPF), desenvolve uma formação voltada para gestores e servidores públicos municipais.

Um dos encontros ocorreu na sexta-feira, 20 de outubro, na UPF Lagoa Vermelha, com a participação de profissionais que atuam em prefeituras dos municípios que pertencem à Associação dos Municípios do Nordeste Rio-grandense (Amunor).

— Como atendemos migrantes e refugiados de 153 municípios da região abrangida pela delegacia da Polícia Federal de Passo Fundo, percebemos que havia uma necessidade de municípios menores compreenderem um pouco o processo de migração para fazer um atendimento adequado e qualificado —, explica a coordenadora do Balcão Migra da UPF, professora Dra. Patrícia Noschang.

Segundo ela, na região, há um fluxo migratório contínuo, principalmente, de pessoas vindas de países como Cuba, Venezuela, Haiti e Argentina.

— O curso visa sanar dúvidas sobre a popularização dos migrantes, sobre o que significa ser um refugiado, o que significa uma autorização de residência, mostrar quais são as formas de regularizar o processo migratório e também apresentar o papel de cada um dos setores dessa rede de apoio, que conta com representantes da assistência social, saúde e educação como os principais representantes dos municípios. Esses agentes precisam estar atentos para fazer uma escuta sensível e um acolhimento a essas pessoas —, pontua a professora.

Assistente social do município de Ibiraiaras, Maiara Angela Dalmas participou do encontro e destacou que com a chegada frequente de migrantes e refugiados na cidade sentiu-se a necessidade de buscar formação na área.

— Assim como em todas as situações, precisamos estar preparados para recebê-los, por isso buscamos essa formação, para atender melhor as pessoas que vêm de outros países, que muitas vezes vivenciam situações de violação de direitos e aí precisamos saber como oferecer um serviço que seja realmente voltado às necessidades que eles têm —, afirma.

Formação é desenvolvida conforme a necessidade dos municípios

A capacitação é oferecida pelo Balcão Migra, que pertence ao curso de Direito da UPF. Os interessados na formação podem entrar em contato pelo e-mail balcaomigra@upf.br. O curso é montado de acordo com a necessidade do município, podendo ser oferecido de forma especializada para secretarias de Educação, Assistência Social e Saúde.

Criado em 2019, o projeto de extensão atende as demandas de migrantes e refugiados do município de Passo Fundo e região e presta auxílio aos migrantes e refugiados que buscam regularizar a sua situação documental, bem como ter acesso aos direitos básicos.

Fonte: UPF

Mapa Astral
Nenhum item encontrado.

Utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência, de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Permitir