Passo Fundo/RS: Tempo limpo
Carazinho/RS: Tempo limpo
Passo Fundo/RS: Tempo limpo
Carazinho/RS: Tempo limpo

Notícias

Aquário desenvolvido pelos estudantes: animais vivendo em um ambiente saudável depois que o "robô" fez a limpeza (Foto: Márcia Gabrieli | Colégio Marista Rosário)

7 de novembro de 2023

Crianças de cinco e seis anos criam protótipo de robô que limpa os oceanos

Você já se perguntou qual o tamanho do impacto do lixo na preservação da vida marinha? E de que forma você poderia contribuir para a diminuição desse problema? Perguntas de gente grande, não é mesmo? Pois os questionamentos foram feitos por crianças de cinco e seis anos do Colégio Marista Rosário, de Porto Alegre/RS, e resultaram em um protótipo de robô que remove o lixo dos oceanos e será apresentado no 15º Festival Marista de Robótica (FMR).

O evento acontece na Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS), na capital gaúcha, nesta quinta (09) e sexta-feira (10), e vai reunir cerca de dois mil estudantes brasileiros e estrangeiros, de escolas públicas e privadas. Participam alunos da Educação Infantil ao Ensino Médio, de 73 instituições, e todos os projetos inscritos contemplam um único tema: H2O: Essência da Vida. É um convite à reflexão sobre a importância da água em nossas vidas e em todo o planeta; um alerta para a necessidade de cuidar e preservar a água, adotando práticas sustentáveis e responsáveis.

Mas como crianças tão pequenas tiveram a ideia de construir um “robô” para limpar o oceano? Segundo a professora regente da Educação Infantil, Márcia Vettorazzi Gabrieli, tudo começou quando os estudantes foram desafiados a explorar canos e conexões, a fim de criar ligações e compreender seu funcionamento. “Um deles perguntou como a água chegava limpa na nossa casa. Depois, surgiu a questão das águas poluídas e uma das principais preocupações dos estudantes ficou em torno dos impactos que o lixo está provocando nos animais marinhos”, relembra a professora.

As crianças, então, pensaram em estratégias que auxiliassem na preservação da vida marinha. De forma lúdica e através de maquetes, elas montaram dois aquários: um ilustrando “O futuro que temos”, com animais fictícios dividindo o espaço com o lixo descartado pelo homem, e outro ilustrando “O futuro que queremos”, com a vida marinha vivendo em um ambiente limpo e saudável. Na visão dos estudantes, o segundo cenário só é possível se as pessoas se conscientizarem sobre a importância da preservação dos ecossistemas aquáticos. Caso essa reeducação falhe, entra em cena o protótipo de robô que remove o lixo dos oceanos.

Ideia do protótipo surgiu a partir de uma atividade que explorava canos e conexões, e desafiava as crianças a criar ligações e compreender o funcionamento dos objetos (Foto: Natália Wingen | Colégio Marista Rosário)

 

Utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência, de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Permitir