Passo Fundo/RS: Tempo limpo
Carazinho/RS: Tempo nublado
Passo Fundo/RS: Tempo limpo
Carazinho/RS: Tempo nublado

Notícias

22 de novembro de 2023

Previsão do tempo: tendência de chuva para dez dias

Volumes de chuva elevados são esperados na soma dos próximos dez dias em diversas áreas do Brasil, especialmente em pontos do Centro-Oeste, do Sudeste e do Sul do país. À medida que se aproxima o verão meteorológico, o trimestre entre dezembro e fevereiro, começa gradualmente a temporada chuvosa no centro do país com aumento nos volumes de precipitação e dos temporais gerados pelo calor.

O mapa acima mostra a projeção de chuva para dez dias do modelo meteorológico europeu. Como se observa no mapa, a chuva nos próximos dias deve ser reduzida apenas no Nordeste do país com acumulados acima de 50 mm na maior parte do país e marcas acima de 200 mm em setores do Sudeste e do Sul.

A Região Norte se aproxima do período mais chuvoso do ano que se denomina de inverno amazônico, período do calendário em que há uma maior concentração das chuvas que vai de dezembro até meados de maio, e que normalmente concentra 60% a 70% da precipitação do ano.

Com isso, a tendência é de aumento da chuva, embora ainda abaixo da média histórica em muitas áreas pelos efeitos do fenômeno El Niño. Nos próximos dez dias, entretanto, são esperados volumes mais altos em diversos pontos do Norte, notadamente no Acre, Amazonas e Rondônia.

Na Região Nordeste, por outro lado, espera-se pouca chuva em quase toda a região. As pancadas vão ser isoladas e, assim, a precipitação tende a ser bastante mal distribuída. Onde mais vai chover será em algumas áreas do estado do Maranhão. Já no Centro-Oeste do Brasil, onde as precipitações mais escassas têm assustado os produtores rurais de diversos municípios, espera-se um padrão mais favorável à chuva nos próximos dez dias.

As pancadas serão frequentes, embora com enorme variação de volumes de ponto para outro com pouca ou muita chuva dentro de uma mesma localidade. Os maiores volumes devem se dar no Mato Grosso do Sul e no Oeste do Mato Grosso. Os acumulados em pontos do Mato Grosso do Sul podem ser até excessivos, sobretudo perto do Paraguai. Algumas localidades podem anotar 150 mm a 200 mm ou mais apenas nos próximos dez dias.

Estes altos volumes de chuva se dariam entre esta quinta e a terça da semana que vem. Assim como no Centro-Oeste, a chuva tende a ser mais volumosa em muitas áreas do Sudeste. Os próximos dez dias devem ter chuva expressiva em grande número de cidades paulistas, em quase todo o estado, com marcas acima de 100 mm. Vai chover com maiores volumes, por exemplo, no Norte paulista que se ressente de precipitação mais abundante.

A chuva ocorre principalmente em forma de pancadas que tendem a se dar mais da tarde para a noite. Na cidade de São Paulo, a instabilidade tende a ser mais frequente nos próximos dias com padrão parecido com o do verão de sol, nuvens e chuva se alternando.

O Sul do Brasil, como vem ocorrendo desde o inverno, será a região com os acumulados de chuva mais elevados durante os próximos dez dias no país, e com possibilidade de volumes elevados em alguns pontos, especialmente entre o Norte gaúcho e o estado do Paraná. Isso deve manter os níveis altos em vários rios catarinenses, atualmente com cotas acima a muito acima do normal.

Na maior parte do Rio Grande do Sul, os volumes de chuva não devem se muito altos nos próximos dez dias, o que é uma excelente notícia com vários rios sob cheias. Não deixa de chover, mas o que se prevê de precipitação não será extremo como o visto na última semana. O Norte do estado é que preocupa porque teve excesso de chuva na semana que passou e pode ter mais 100 mm a 150 mm em diversas cidades na soma dos próximos dez dias.

Fonte: https://metsul.com/previsao-do-tempo-tendencia-de-chuva-para-dez-dias-21-11-2023/ .

Utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência, de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Permitir