Passo Fundo/RS: Chuvas esparsas
Carazinho/RS: Tempo nublado
Passo Fundo/RS: Chuvas esparsas
Carazinho/RS: Tempo nublado

Notícias

Os suspeitos utilizavam rodovias nas cidades de Ponta Porã e Campo Grande, no Mato Grosso do Sul como rota de transporte da droga | Foto: Divulgação PF

10 de janeiro de 2024

PF faz operação contra o tráfico de drogas na fronteira com o Paraguai

A Polícia Federal realizou uma operação para prender um grupo envolvido no tráfico internacional de drogas entre o Paraguai e o Brasil. A ação, chamada de operação Rota 163, tem como alvo suspeitos que utilizavam rodovias do Mato Grosso do Sul como rota para transportar a droga.

De acordo com informações da PF, o grupo foi flagrado pela primeira vez utilizando essa rota, que atravessa todo o estado do Mato Grosso do Sul, passando pelo Paraná até chegar ao Paraguai.

Após essa descoberta, dois mandados de busca e apreensão estão sendo cumpridos hoje, além de um mandado de prisão e sequestro de bens e valores dos investigados nas cidades de Campo Grande e Ponta Porã.

As investigações tiveram início em janeiro de 2023, quando duas integrantes do grupo foram presas transportando cerca de 30 kg de pasta-base de cocaína escondidos em um tanque de combustível na BR 163, no município de Quatro Pontes (PR). A PF suspeita que a droga proveniente do Paraguai entrava no Brasil pela região de Ponta Porã.

A PF descobriu ainda que o grupo utilizava uma rede complexa composta por transportadores, fornecedores e compradores. Eles distribuíam as drogas em vários estados brasileiros, incluindo Paraná, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Minas Gerais, Goiás e Mato Grosso do Sul.

Durante as investigações, outros membros do grupo foram presos tanto no Brasil quanto no Uruguai. Os envolvidos poderão responder por diversos crimes, como tráfico internacional de drogas, associação para o tráfico, organização criminosa e lavagem de dinheiro. As penas para esses delitos podem chegar a mais de 40 anos de prisão quando somadas. A PF afirmou que as investigações continuam para identificar todos os integrantes dessa quadrilha.

PF não apreendia tanta droga em Guarulhos desde 2018

Os agentes da Polícia Federal que atuam no Aeroporto de Guarulhos, na Grande São Paulo, apreenderam mais de 2.900 quilos de drogas. Mesmo antes do término de 2023, esse foi o maior volume apreendido desde 2018.

A substância predominante nas apreensões foi a cocaína, que totalizou cerca de 2.763 quilos. O restante foi dividido entre porções de maconha, metanfetamina e skunk.

Esta quantia só não foi superior à de 2018, quando os agentes conseguiram retirar de circulação quase 4 toneladas de entorpecentes.

A maioria das drogas foi encontrada com passageiros que tentavam embarcar em voos internacionais. Muitas vezes, as substâncias eram encontradas em malas com fundo falso, mas também houve casos em que estavam escondidas em embalagens de condicionador, sabonete, cremes e até mesmo chocolates.

Fonte: O Antagonista

Utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência, de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Permitir