Passo Fundo/RS: Tempo nublado
Carazinho/RS: Chuvas esparsas
Passo Fundo/RS: Tempo nublado
Carazinho/RS: Chuvas esparsas

Notícias

Seguem os cuidados com as parcelas de soja e milho que compõe os estandes das empresas da área de produção vegetal. Foto: Laura Coutinho/Cotrijal

16 de janeiro de 2024

Parque da Expodireto Cotrijal já está movimentado

Seguem os cuidados com as parcelas de soja e milho que compõe os estandes das empresas da área de produção vegetal (Foto: Laura Coutinho/Cotrijal)

Construção de estandes fixos, paisagismo e cuidados com as vitrines de cultivares são as principais atividades em andamento

Faltam menos de dois meses para a Expodireto Cotrijal e a movimentação já está intensa no parque. São mais de 130 hectares que precisam estar prontos para a feira que será realizada de 4 a 8 de março em Não-Me-Toque (RS).

—Os preparativos para a feira estão a todo o vapor, a tendência agora é eles se intensificarem até chegar ao ápice em fevereiro, com a entrada dos expositores para montagem e organização dos estandes. Agora, estamos na fase de manutenção de toda a estrutura do parque, com atenção especial as plantas e gramados que compõe a ornamentação da feira—, explica o gerente da Expodireto Cotrijal, Luciano de Moraes.

Flores e arbustos ornamentais já estão no parque para serem plantados

São milhares de flores permanentes e plantas ornamentais nos diversos canteiros que embelezam o parque da Expodireto Cotrijal. O paisagismo da feira é realizado pela produtora Anegrid Lucila dos Santos, associada a unidade da Cotrijal em Santo Antônio do Planalto. Para a edição de 2024 está previsto o uso de mais de nove mil caixas de flores de época além da vegetação permanente.

O gerente também destaca a construção do novo estacionamento da feira, ampliação que adicionará mais 2 mil vagas para carros e motos durante o evento. O espaço está sendo preparado na lateral do parque, à direita da RS-142, para quem realiza o trajeto no sentido de Victor Graeff a Não-Me-Toque. Assim, o total de estacionamento na feira passa a ser de mais de 11 mil veículos.

Fortalecendo parcerias

Outra novidade para a edição 2024 é um novo estande fixo que está sendo construído pelo Banco do Brasil, parceiro de longa data da feira. No ano passado o banco utilizou uma estrutura de contêineres, com uma proposta mais dinâmica. Agora, com um estande fixo, a expectativa da instituição é poder realizar eventos ao longo do ano, ampliando as oportunidades de uso do espaço para se conectar com o público agro.

Banco do Brasil está construindo estande fixo

—A casa BB Cotrijal representa a consolidação e a valorização da parceria entre o Banco do Brasil e a Cotrijal. Ter um espaço permanente fortalece ainda mais o nosso compromisso de apoiar o agronegócio na região, bem como participar ativamente da organização de umas das maiores feiras agropecuárias do país—, afirma Jayme Junior, diretor de Agronegócios do Banco do Brasil.
Dessa forma, além das estruturas da Cotrijal – organizadora da feira – o parque conta com sete construções permanentes, utilizadas pelo Banco do Brasil, Correio do Povo, CCGL, Emater, RBS, Sicredi e Ocergs.
A entidade representativa das cooperativas gaúchas, Ocergs também aproveita o período para a reformulação de seu espaço.

—Queremos entregar um trabalho de qualidade com a reestruturação da nossa casa na Expodireto, ainda melhor do que realizamos na Expointer. Uma vez que a nossa casa é uma forma de nos aproximarmos das cooperativas e de seus associados. Além disso, já temos uma série de eventos programados para o nosso espaço e estamos com expectativas muito positiva nas relações que poderemos construir durante a feira—, afirma o presidente da Ocergs, Darci Hartmann.

Vitrines vegetais

Seguem os cuidados com as parcelas de soja e milho que compõe os estandes das empresas da área de produção vegetal. A semeadura ocorreu entre o final de outubro e início de novembro, e agora estão sendo realizados os manejos da vitrine tecnológica.
O estande da Cotrijal, por exemplo, conta com mais de 280 metros quadrados de parcelas, com o total de 13 cultivares de soja que serão expostas durante a feira. A semeadura foi realizada no dia 6 de novembro pela equipe da Área de Pesquisa e Validação da cooperativa, que também cuida dos tratos culturais. A proposta das parcelas é apresentar na prática os ciclos e as tecnologias que os produtores podem aplicar em suas lavouras.

Por Laura Coutinho | Assessoria de Imprensa da Expodireto Cotrijal
Fotos: Laura Coutinho/Cotrijal

Utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência, de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Permitir