Passo Fundo/RS: Tempo nublado
Carazinho/RS: Tempo nublado
Passo Fundo/RS: Tempo nublado
Carazinho/RS: Tempo nublado

Notícias

Foto: João Gabriel Nunes/Tua Rádio Cristal

18 de janeiro de 2024

Ibirapuitã - matou 2 pessoas, feriu outras 2 e depois se matou

A Polícia Civil de Soledade divulgou na manhã desta quinta-feira, 18/01, a identidade das vítimas fatais do caso ocorrido no Passo das Cuias em Ibirapuitã onde um homem teria matado sua ex-esposa e seu ex-sogro, baleado mais duas pessoas, ateado fogo na casa em que estavam e tirado a própria vida.

Comunicado da Polícia Civil

Aproximadamente às 18h, o suspeito Elias dos Santos (44 anos), ex-marido de Fabiana Moraes dos Santos (41 anos), cometeu duplo homicídio contra Fabiana e Onofre Raul de Moraes (78 anos, pai de Fabiana), além de ter praticado tentativa de homicídio contra Maria (74 anos, mãe de Fabiana), lesão corporal contra Fernanda (24 anos, filha de Fabiana e Elias) e incendiado a residência onde viviam Onofre, Maria e Fabiana, no Passo das Cuias - Ibirapuitã.

Cerca de 30 minutos antes, o suspeito abordou o casal Fernanda e Cleiton na residência deles, na Linha Machado - Tio Hugo, os acorrentou e disparou contra a perna de Fernanda, forçando-os a levá-lo até a residência de Fabiana.

Ao chegar na residência em Ibirapuitã, o suspeito disparou diversas vezes contra os moradores da casa (Onofre, Maria e Fabiana). Após alvejá-los, Elias jogou gasolina na casa, incendiou-a com os corpos de Onofre e Fabiana dentro e fugiu a pé pela estrada, onde cometeu suicídio logo em seguida.

A mãe de Fabiana, Maria, mesmo baleada no rosto, conseguiu fugir para os fundos da residência e foi socorrida ao hospital de Soledade, em grave estado de saúde.

Cleiton e Fernanda buscaram socorro no posto de saúde do município, em razão do ferimento sofrido por esta na perna, e acionaram a Brigada Militar.

Apesar da atuação dos Bombeiros, a casa foi completamente consumida pelo fogo, carbonizando as duas vítimas. Junto ao corpo do suspeito foram encontrados um revólver 38, uma espingarda 22, aproximadamente 60 munições, gasolina e faca. A Polícia Civil ouviu as vítimas socorridas e as testemunhas e fará mais diligências para esclarecer outras circunstâncias.

Ressalta-se que em 03/12/23 o suspeito Elias havia sido preso em flagrante por ameaça e porte ilegal de arma de fogo, cometidos em situação de violência doméstica contra Fabiana, a qual possuía medidas protetivas de urgência em vigor contra o suspeito.

Texto e foto: João Gabriel Nunes/Tua Rádio Cristal

Utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência, de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Permitir