Passo Fundo/RS: Chuva
Carazinho/RS: Chuva
Passo Fundo/RS: Chuva
Carazinho/RS: Chuva

Notícias

Apresentação serviu para demonstrar como está sendo feita a certificação de cada urna Foto: Helaine GZ/AFolha

28 de março de 2024

Cartório Eleitoral apresenta novas urnas eletrônicas

Apresentação serviu para demonstrar como está sendo feita a certificação de cada urna
Foto: Helaine GZ/AFolha
Por Helaine Gnoatto Zart | A Folha

Em Não-Me-Toque, Victor Graeff, Colorado, Lagoa dos Três cantos e Tio Hugo,m municípios da 117ª Zona Eleitoral, as eleições municipais desse ano serão feitas com urnas novas. Os eleitores das 40 seções eleitorais votarão com os novos modelos apresentados pelo Cartório Eleitoral em coletiva para a imprensa na tarde de segunda-feira (25/3), no Fórum em Não-Me-Toque.

O chefe do Cartório Eleitora, Daniel Lima, na presença do Juiz Eleitoral, Tomas Silveira Martins Hartmann, do promotor eleitoral, Daniel Bonatto, do presidente da subseção da OAB, Jonas Ercego, e da imprensa, apresentou os novos modelos, que começaram a ser produzidos por empresa contratada pelo TSE em 2023.

—Com equipamentos mais modernos, a tendência é que o processo de votação transcorra de maneira ágil e ainda mais estável, proporcionando maior conforto para todos os eleitores—, explicou Daniel Lima.

As novas urnas têm formato quadrado, tem tela digital maior. A digitação do voto continua por tecla com marcação em Braille para deficientes visuais. Para os mesários, o terminal passa a ser toutch screen.

—A principal vantagem para o sistema eleitoral e para o eleitor é a rapidez na leitura biométrica. São leitores de última geração que vão proporcionar maior celeridade ao processo,um ponto que gerou algumas dificuldades nas últimas eleições—, reforçou o chefe do Cartório Eleitoral.

A apresentação também serviu para demonstrar como está sendo feita a certificação de cada urna. A certificação garante que a urna e o sistema inserido são da Justiça Eleitoral e, por fim, a assinatura que é um processo de autenticação de que todos os componentes foram testados e a urna está funcionando.

Os componentes físicos (hardware) – como o teclado e a carcaça da urna, por exemplo – são de fabricação nacional, fabricados pela empresa Positivo, vencedora da licitação. Já os programas que rodam dentro do dispositivo (softwares) são integralmente desenvolvidos pela equipe de servidoras e servidores da Secretaria de Tecnologia da Informação do Tribunal Superior Eleitoral (STI/TSE).

Mais conforto e agilidade na hora de votar

Novo modelo
Foto: Helaine GZ/AFolha

A Justiça Eleitoral pretende que, nas Eleições Municipais de 2024, 77% das urnas eletrônicas usadas para colher os votos do eleitorado sejam dos modelos novos. Com equipamentos mais modernos, a tendência é que o processo de votação transcorra de maneira ágil e ainda mais estável.

Além de processador mais potente – 18 vezes mais rápido que o existente no modelo de 2015 –, os novos equipamentos possuem perímetro criptográfico certificado pela Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira (ICP Brasil) e mecanismo de criptografia aprimorado, com o uso do algoritmo criptográfico do tipo E521 (ou EdDSA), considerado um dos mais apurados do mundo.

De acordo com o Tribunal Suprior Eleitoral, responsável pela produção e distribuição das urnas, os equipamentos UE 2022 também serão submetidos ao Teste Público de Segurança (TPS), instituído pelo TSE. Qualquer brasileiro poderá testar a segurança e as funcionalidades da urna e, se achar necessário, apresentar propostas à Justiça Eleitoral.

Assista a entrevista com o chefe do Cartório Eleitoral da 117ª Zona Eleitoral:

 

Utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência, de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Permitir