Passo Fundo/RS: Tempo nublado
Carazinho/RS: Chuvas esparsas
Passo Fundo/RS: Tempo nublado
Carazinho/RS: Chuvas esparsas

Notícias

23 de abril de 2024

Polícia Civil prende último partícipe de homicídio em Não-Me-Toque

Armas encontrada com o suspeito em São José da Glória, Victor Graeff

Na manhã desta terça feira (23), a Polícia Civil de Não-Me-Toque, sob coordenação do delegado Gerri Adriani Mendes, deu cumprimento a mandado de prisão preventiva em desfavor do último indivíduo investigado pelo crime de homicídio doloso consumado, ocorrido no mês de fevereiro do corrente ano, no bairro Santo Antônio.

Após, pouco menos de dois meses de investigação, todos os indivíduos envolvidos na morte de Wellington Bruno Siqueira Cavalli foram identificados. No dia 14 de março, o mandante e um dos partícipes já haviam sido presos preventivamente.

O autor dos disparos que vitimou Wellington, identificado por testemunhas, por meio de reconhecimento, bem como por outros meios investigativos, foi morto pela Brigada Militar no dia 18 de abril, no interior do município de Victor Graeff. Com ele foram encontradas duas armas de fogo e vasta munição, sendo uma delas, possivelmente, a arma utilizada no crime em Não-Me-Toque.

Com a prisão na manhã de hoje, a Polícia Civil conclui as investigações com todos os envolvidos identificados e responsabilizados pelo crime.

O matador

O indivíduo morto no interior de Victor Graeff (18/4), foi localizado em São José da Glória pelo Setor de Inteligência da Força Tática de 38ºBPM. Durante a abordagem, o suspeito disparou arma de fogo na direção dos policiais, que revidaram.

Com ele foram encontradas e apreendidas uma pistola Canik calibre 9, uma submetralhadora calibre 9, um caminhão Volvo com placas de Santa Caarina, com registro de furto/roubo, além de joias, relógios e celulares.

O homem encontrava-se em situação de foragido da Justiça e era suspeito de ter cometido tentativa de homicídio em Não-Me-Toque, contra o dono de um bar na avenida Guilherme Augustin, na noite de 10 de abril.

Imagens da câmara de segurança do bar e testemunha do homicídio no bairro santo Antônio contribuíram para identificar o foragido.

Com informações: 28ªDPRI/SCS/Imprensa e 38ºBPM

Utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência, de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Permitir