Passo Fundo/RS: Chuvas esparsas
Carazinho/RS: Chuva
Passo Fundo/RS: Chuvas esparsas
Carazinho/RS: Chuva

Notícias

Presidente e vice da Cotrijal com a filha da homenageada Foto: Helaine Gnoatto Zart / AF

11 de junho de 2024

Cotê está de volta no Supermercado Cotrijal

Obra instalada na entrada do Supermercado Cotrijal Sede foi encomendada pela direção da cooperativa à artista Rose Pádua
Foto: Helaine Gnoatto Zart / AF
Helaine Gnoatto Zart - AF

A direção da Cotrijal instalou na manhã de terça-feira (11 de junho), uma obra de arte da artista plástica Rose Pádua, que retrata a Cotê, figura carismática que por muito anos frequentou o pátio do Supermercado Cotrijal ajudando os clientes a levar o carrinho de compras e até a “organizar” o estacionamento.

O quadro em tamanho 1mx50cm está ao lado direito da porta de entrada do Supermercado Sede. Além do presidente Nei César Mânica e do vice-presidente Enio Schroeder, também estiveram presentes a associada Elizabeth Sanders, que sugeriu a homenagem, familiares e colaboradores da cooperativa.

De acordo com Mânica, apesar da sua deficiência, a Cotê tinha um carisma que foi capaz de conquistar as pessoas pela sua ingenuidade e vontade de ser prestativa. Com isso, ganhava donativos que ajudaram a sustentar a família.

—Ela deixou sua marca e se tornou um símbolo para o Supermercado Cotrijal. Por sugestão da nossa associada, surgiu a ideia de fazer esta homenagem que agora foi possível—, comentou o presidente da Cotrijal.

Elisabeth Sanders destaca que a Cotrijal está homenageando uma pessoa com capacidade limitada e mesmo assim, muito correta, que serve de exemplo diante de uma sociedade em que existem pessoas que tiram proveito de outras e da sua situação.

A filha da Cotê, Adriana Graciano Luersen falou de sua gratidão e orgulho pela homenagem. Mesmo criada pelo tio, acompanhou sua trajetória e era reconhecida como filha.

Enio Schroeder lembrou que ela tinha um local para pendurar suas sacolas e muitos clientes já entravam no supermercado determinados a comprar um produto para entregar a ela na saída.

—Estamos felizes e é muito bacana ver a Cotrijal prestar homenagem a uma pessoa tão simples. A Cotê foi nosso símbolo vivo. Quem lembra dela, associa ao nosso supermercado—, manifestou o vice-presidente.

Obra instalada na entrada do Supermercado Cotrijal Sede foi encomendada pela direção da cooperativa à artista Rose Pádua
Foto: Helaine Gnoatto Zart / AF

Cotê – Irondina Graciano, nascida em 16/02/39, faleceu em 8/10/2011, aos 72 anos, como moradora do Lar do Idoso São Vicente de Paulo, onde foi levada por indicação médica no ano anterior.

Figura folclórica com suas roupas sobrepostas e sacolas das doações que recebia. Sempre alegre, mesmo sem o dom da fala, usava o apito para “organizar” o trânsito no estacionamento. Ela gostava de se enfeitar, usava muito colares, anéis e uma inseparável toca. Seu carisma e estilo peculiar inspirou Rose Pádua a retratá-la pela primeira vez na década de 1990.

Utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência, de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Permitir